Notícias

As obras da segunda fase da usina Hidrelétrica de Capanda, no rio Kwanza, em Angola, continuam avançando. Iniciadas há cerca de sete meses, elas compreendem principalmente a instalação das duas últimas turbinas da usina, além de outros serviços necessários à montagem das duas unidades. Com isso, ela vai dobrar sua capacidade de geração, que passará dos 260 MW atuais para 520 MW. Capanda foi a primeira obra da Odebrecht em Angola, em parceria com a empresa russa Technopromoexport e o Gamek, empresa estatal angolana contratante do projeto: sua primeira fase começou a ser construída em 1984. A barragem de Capanda tem 110 m de altura e 1.470 m de comprimento, formando um lago de 170 km2.